16 agosto 2012

juquehy, 00h21

falta a melodia. tanto trabalho, transpôr para cinco linhas o que me sai tão espontaneamente. parece que perde a magia. não, não o vou fazer. é tarde e já me desmagiquei o suficiente a escrever os versos e a harmonia, mais!, a escrever a harmonia certa, porque perdi tempo a decifrar todas as dissonâncias que me agradam e a dar-lhes nomes como #13 ou b9. devia ser só eu, a guitarra, o barulho do mar - está aqui mesmo ao pé, o mar; o barulho está em todo o lado, e este cão semi adormecido a meus pés. seria demasiado bucólico, idílico e outros adjectivos esdrúxulos acabados em -ico.
demasiado é uma palavra perigosa, podes riscá-la da frase anterior.

Nenhum comentário: