23 novembro 2012

terça-feira é um dia de cão

sou a última a chegar a casa - a luz do hall está sempre acesa quando chego - e a primeira a sair no dia seguinte, a chegada e a partida intercaladas por cinco míseras horas de sono, chego a casa e normalmente tenho que escolher se quero comer ou dormir, venho esganada de fome, janto uma sandes feita à pressa por volta das oito e quando chego a casa, já nas horas pequeninas de quarta-feira, venho com fome, peso as duas necessidades na balança, penso sempre que preciso mais de dormir, mas o sono perturbado que é costume seja talvez devido ao buraco no estômago

Nenhum comentário: