01 junho 2014

finalmente aconteci

engraçado como pequenos problemas se podem tornar grandes num ímpeto de emoção e overthinking, mas mais engraçado é como grandes problemas se tornam pequenos uma vez que aprendemos o dom de relativizar, é uma coisa que vem com o tempo, com a vida, e não me apetece explicar que não vivi assim tanto e que não estou a ser hipócrita,
eu finalmente aconteci, nas coisas pequenas - grandes - da minha vida, estes 10 meses de prova de fogo provaram-me que o fogo é tão grande quanto o queremos ver - as big as we want to see it -, o meu português não é o que era,
descobri que esta é uma plataforma através da qual várias pessoas que me são queridas me vêm visitar, embora eu não saiba, embora eu não veja. deixa um comentário para a próxima, a mim sabe-me bem e a ti aposto que também, e como descobri isso, decidi, após vários meses de escritos irregulares e amorfos, fazer uma lista de coisas que já se passaram, só para saberes
decidi mudar de país, com três mil euros no bolso e um Amor como guia
passados três meses, a poupança já era, mas em vez dela veio uma casa - inha -, um trabalho, uma independência como nunca senti antes
veio também muitas saudades de portugal e dos amigos e dos cafés e principalmente do conforto de saber que qualquer um deles estava à distância de um telefonema
vieram alturas difíceis, tristes, solitárias, apesar do Amor continuar um pilar central que me manteve de pé,
aprendi uma nova língua, uma nova cultura,
nessa nova língua consegui ligar para um atendimento ao cliente, dar direcções a uma pessoa na rua e ter uma entrevista de emprego - emprego esse que consegui
plantei salsa na minha varanda e está a crescer
a nossa casa já sabe a casa
já tive visitas e visitei, nunca. nunca subestimes o poder de uma visita, é tão bom, sejas visitante ou visitado,
já temos talheres e pratos suficientes para mais que dois

pronto, vou tomar um banho de banheira

Um comentário:

LL disse...

uma pessoa finalmente acontecer é do caraças.

visitar-te e ver-te capaz de ser e viver tão bem noutro país, noutra língua, noutra área, noutro tudo e ainda seres tão tu, não tem preço. mais uma vez, não tem preço isto. isto de nós.

love you.